terça-feira, 15 de março de 2011

Levantamento Bibliográfico



O levantamento bibliográfico é a base do referencial teórico de qualquer monografia, em qualquer nível. Fazer um levantamento bibliográfico significa pesquisar/selecionar textos compatíveis com o tema escolhido que irão apoiar as afirmações e explanações a serem desenvolvidas. Esta é a fase em que o aluno começa a se transformar em um pesquisador.

É importante salientar que a qualidade da monografia está diretamente ligada à relevância dos textos selecionados para embasamento teórico. Dessa forma, para garantir uma redação científica de qualidade é imprescindível que se utilize os melhores autores sobre o assunto.  

Mas, como selecionar bons autores? Inicialmente, devem ser selecionados livros e artigos de periódicos de autores que certamente foram citados/estudados ao longo do curso que o aluno freqüenta. No decorrer desta fase de seleção o pesquisador poderá observar que alguns autores são mais citados do que outros, sendo esta também, uma forma interessante de descobrir os melhores autores que tratam do tema a ser desenvolvido.

Com essa seleção inicial é possível tomar conhecimento de muitos outros autores consultando as Referências (listagem dos dados das fontes de informações citadas nos textos, em ordem alfabética de autor) que normalmente são encontradas nas páginas finais dos livros e após o final de artigos científicos. Isto é o que podemos chamar de “puxar o fio da meada”, por que a partir de um autor podemos tomar conhecimento de outros tantos autores de livros, artigos de periódicos e até sites idôneos que tratam dos aspectos abordados.

O “fio da meada” também pode ser “puxado” na Biblioteca, verificando os livros diretamente nas estantes que contém o assunto de interesse para a monografia. Todas as Bibliotecas são organizadas com um mesmo padrão, ou seja, os livros do mesmo assunto ficam juntos sob um mesmo número de classificação, em ordem alfabética de autor. Dessa forma, o pesquisador poderá verificar nos terminais de consulta qual o número que identifica o assunto de interesse para sua busca nas estantes e assim, folhear muitos outros livros de diferentes autores que tratam do mesmo assunto, “puxando ainda mais o fio da meada”.

Outro recurso que pode ser de grande auxílio é utilização dos serviços do Bibliotecário, profissional que organiza todas as fontes de informações encontradas na Biblioteca e que poderá orientar em pesquisas, indicar livros, artigos de periódicos, Bases de Dados nacionais e internacionais, sites e efetuar levantamentos bibliográficos. Este profissional poderá também indicar outras Bibliotecas, por vezes até especializadas e orientar na utilização dos serviços de “empréstimos entre Bibliotecas”, com o qual o pesquisador poderá emprestar livros de outras Instituições sob a responsabilidade da Faculdade/Universidade que freqüenta.

A seleção inicial das fontes das informações deve ser baseada em “leituras de reconhecimento”, ou seja, nesta fase, não se faz leituras aprofundadas de capítulos inteiros, mas sim, uma análise breve de livros e artigos de periódicos para avaliar até que ponto serão relevantes para a monografia. Para efetuar esta análise, é importante analisar o sumário, trechos de capítulos, citações e referências com o objetivo de detectar se o material realmente merece ser selecionado.

Mas não basta selecionar fontes de informações relevantes, é de fundamental importância fazer anotações (fichamentos) sobre os materiais localizados, para quando for utilizá-los saber exatamente onde encontrá-los. Dessa forma, deve-se anotar: autor, título, edição, local de publicação, editora, localização da fonte informação (para materiais pesquisados em Bibliotecas, anotar o nº de classificação – CDD ou CDU e Pha) e breves observações sobre os materiais, tais como: aspectos importantes encontrados nos materiais e pequenos trechos relevantes.

Nesta fase de seleção, os trechos de textos copiados literalmente devem ser anotados entre aspas para posteriormente poder diferenciar textos do pesquisador, de textos de autores consultados e fazer as devidas citações (NBR 10520). Todas essas anotações são de grande importância, tanto para localização das fontes consultadas, quanto à elaboração de citações (NBR 10520) e lista de Referências (NBR 6023).

Direitos autorais: este artigo poderá ser copiado desde que a fonte seja citada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário